Diário de Bordo

Lançamento: Site oficial

Acho que uma das palavras que mais aparecerá no blog aqui nos próximos posts é “finalmente”. Gosto muito desse advérbio e vai ter “finalmente” sim, porque eu finalmente terminei (terminar é modo de falar, mas digamos que ele está numa versão apresentável) mais um dos projetos que estavam pendentes para este ano de 2017: meu site.

Senta que lá vem história, mas a história é curta. Apesar do blog ser um espaço onde posso falar merda sem revisar o texto expor minhas ideias como me convém, sempre senti falta de um site “oficial”, com o meu nome, minha cara (não literalmente, mas em parte, acabou sendo), algo mais estático, sem essa necessidade que me tortura de atualizar com um conteúdo mais “jornalístico” (não encontrei nenhuma palavra boa para substituir esta necessidade de escrever artigos, que tenho e não tenho vontade, de tempos em tempos).”Abandonar” o blog, ou deixá-lo em hiato (aquele eufemismo esperto), me incomoda, pode ter certeza, mas é uma questão de prioridades, como já disse aqui, e também de vontade. Chega de blablablá, voltando pro site.

Foi somente após a divulgação d’O Inominável, quando as coisas começaram a acontecer numa velocidade espantosa, que eu senti que não poderia mais postergar o site. E como um ticking clock na minha jornada pessoal, passei a dedicar parte do meu tempo ao projeto. Com domínio comprado (não um .com.br porque algum iluminado, com o mesmo nome e sobrenome, já o fez), hospedagem, certificado de segurança (somado ao preço da hospedagem, o que era um peido pra quem já estava cagado?), resolvi que tentaria construir tudo sozinho (o bolso agradece). Fazia uns bons anos que não mexia sozinho em linhas de código, CSS, PHP e os caramba a quatro, mas mesmo assim insisti num código pré-pronto, e obtive um resultado 99% do jeito que gostaria. Só não ficou perfeito porque sei o quanto de gambiarra fiz para chegar no produto final.

Habemos site. Coisa bonita, coisa formosa. As categorias do site são autoexplicativas, diferente destes posts Forrest Gump que coloco aqui no blog. Como não tenho intermediários e domino a estrutura, posso atualizá-lo quando necessário com meia dúzia de cliques, portanto, fiquem de olho, sempre rolará coisa nova por lá, como as novas publicações, anúncio de lançamentos (que também acontecerão por aqui, de qualquer forma), minhas leituras (achei interessante manter uma listinha de livros que li, serve como referência), futuras categorias, links para os contos publicados no Maldohorror e no Noite do Bardo, bem como os links das antologias, enfim, um portfólio, CV, como preferir.

Alguns autores parceiros ficaram me devendo alguns conteúdos, mas de qualquer forma, conforme for atualizando, eu aviso no Facebook.

Enfim, acessa aí:

gustavolopes.net.br

 

Anúncios

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s