Steven Wilson – To The Bone (2017): A mudança que uma hora chegaria?
Musicalizando

Steven Wilson – To The Bone (2017): A mudança que uma hora chegaria?

  Depois de conseguir um pre-release do álbum logo após o lançamento do single Refuge e ouví-lo mais de cinquenta vezes (esta informação é literal e não figurativa), finalmente consegui escrever esta que será a maior resenha que já postei aqui no blog, lotada de links de referência. Como conhecedor da carreira de Steven Wilson … Continuar lendo

iamthemorning – Lighthouse (2016): Uma combinação não convencional
Musicalizando

iamthemorning – Lighthouse (2016): Uma combinação não convencional

Premiado como o álbum do ano no The Progressive Music Awards 2016, a dupla russa do iamthemorning, juntamente com metade do finado Porcupine Tree e diversos outros músicos combinados dão um novo significado ao rock progressivo, com uma combinação nada convencional com música de câmara. Do anonimato à premiação iamthemorning é uma dupla recente, formada … Continuar lendo

Mas afinal, o que é Prog?
Musicalizando

Mas afinal, o que é Prog?

Desde que comecei a publicar minhas resenhas aqui no blog, tenho usado termos como Prog, Ecletic Prog, rock progressivo, metal progressivo, entre outros, mas para muitos, sei que esta não é uma definição clara ou de fácil associação. Nem mesmo para mim é, mas neste artigo pretendo ilustrar de alguma forma o que estes “rótulos” … Continuar lendo

The Mute Gods – Do Nothing Till You Hear From Me (2016): Um super trio
Musicalizando

The Mute Gods – Do Nothing Till You Hear From Me (2016): Um super trio

Idealizado pelo músico britânico Nicholas “Nick” Beggs em conjunto com seus companheiros de banda Marco Minnemann (Steven Wilson) e Roger King (Steve Hackett), Do Nothing Till You Hear From Me (2016) é um álbum que se aproveita da pluralidade de cada um dos músicos para criar um álbum progressivo moderno, com o qual receberam o … Continuar lendo

Steven Wilson – Transience (2016): Serenidade que engana
Musicalizando

Steven Wilson – Transience (2016): Serenidade que engana

No ápice de sua carreira, com seus dois últimos álbuns recebendo discos de ouro na Europa, o músico e produtor britânico Steven Wilson está se adaptando a formatos mais convencionais da indústria musical. Indo contra alguns de seus discursos ao lançar uma coletânea com os trabalhos mais acessíveis de seu repertório mais recente, em CD e … Continuar lendo