Musicalizando

Metal nos Games – Parte 1 – Trilhas originais

Mais uma vez resolvi fazer um apanhado musical que cruza com a indústria dos games. Da última vez falei sobre o Jazz nos games, com belíssimas trilhas sonoras que se utilizaram deste estilo musical complexo e bem arranjado para servir como complemento da experiência dos jogos que as utilizaram. Desta vez, como o título bem aponta, falaremos sobre o Metal. Este estilo de música dispensa apresentações, apesar de ser comumente confundido e entrelaçado ao Rock. O nuance entre o Rock e o Metal é como uma escala de cinza, separados pelo peso do som. Em poucas palavras e de forma bem superficial, o Metal é o “Rock pesado”, com suas guitarras as vezes densas, as vezes estridentes.

A influência do rock/metal nos jogos é notável desde os anos 90, com o auge de grandes bandas como Metallica, Iron Maiden, Megadeth e afins, mas apenas uma amostra se utiliza do estilo como base principal da trilha toda em si. Geralmente você vai encontrar algumas músicas dentre muitas que compõe uma trilha plural, entretanto, aqui teremos em duas partes uma amostra do potencial e poder que as guitarras tem nos jogos, começando com as trilhas originais, começando pelos anos 90 e passando até os dias atuais. Confesso que a matéria é ligeiramente repetitiva, pois não quis me aprofundar nos jogos em si e sim comentar as trilhas, e algumas delas tem alguns elementos semelhantes, porém ficam ai as dicas de trilhas originais de jogos embasadas no metal.

Lembrando que se algum link estiver fora do ar, por gentileza me avisem para substituição.

Full Throttle Original Soundtrack

full-throttle-original-soundtrack
Jogo: Full Throttle
Ano: 1995
Gênero: Point-and-click

Full Throttle não é o primeiro jogo que utilizou o metal ou o “rock pesado” em suas trilhas, porém foi um dos primeiros a ter uma trilha original totalmente no segmento. Ao longo da matéria você vai perceber que as trilhas em metal geralmente ambientam jogos de corrida, luta ou ação, porém o caso de Full Throttle é excepcional. Caracterizado no gênero “point-and-click” (apontar e clicar, traduzido ao pé da letra), a trilha sonora ficou por conta da banda “The Gone Jackals”, uma banda de hard rock que na época estava incorporando elementos de heavy metal no seu som. Em conjunto com a LucasARts, a banda produziu uma trilha sonora composta de muito peso, mas sem se tornar repetitiva, ainda mais por conta do estilo do jogo.

 

Twisted Metal Original Soundtracks

twisted-metal-original-soundtrack
Jogo: Twisted Metal
Ano: 1995
Gênero: Combate de veículos

O nome do jogo já é um tanto quanto sugestivo. Twisted Metal é uma franquia de jogos de pancadaria e destruição de veículos que veio dos anos 90  e ainda se mantém o seu espaço no mercado. Ao longo de 8 jogos, suas trilhas mesclam um pouco de música eletrônica e industrial metal, além do heavy metal em si. O destaque do metal vai para as trilhas sonoras mais recentes, que já se utilizam das engines sonoras modernas para produzir um som de peso definitivo.

 

F-Zero X Original Soundtrack

f-zero-x-original-soundtrack
Jogo: F-Zero X
Ano: 1998
Gênero: Corrida

Na matéria passada falamos de F-Zero e o arranjo da trilha sonora do mesmo para o jazz. Em F-Zero X o arranjo ficou a cargo da própria Nintendo, que reciclou vários temas do jogo original de Super Nintendo para o heavy metal, além de composições originais no estilo. O rearranjo de temas é uma prática bem comum em franquias, mas no geral as músicas são mantidas num mesmo estilo. No caso de F-Zero X, alguns temas como Mute City se tornaram bem mais encorpados e pesados, dando um novo ar para a trilha sonora original sintetizada.

 

Guilty Gear Original Soundtracks

guilty-gear-original-soundtrack
Jogo: Série Guilty Gear
Ano: 1998 em diante
Gênero: Luta

A série Guily Gear em si, não só falando da trilha sonora, nasceu enraizada no metal. Eu poderia fazer uma matéria completa só de referências, mas como me deparei com várias ao longo de minha vida, não vou repetir. As referências no metal vão de nomes de personagens como Ky Kyske (Kai Hansen + Michael Kyske – Helloween), a nomes de golpes como Ride the Lightning (canção do Metallica, do álbum de mesmo nome) e troféus do jogo. Por fim, o que não poderia faltar era uma trilha sonora recheada de solos, riffs pesadíssimos e temas brutos. Não obstante, há uma linha da trilha sonora chamada “Vocal Tracks” que adiciona ao instrumental do jogo uma linha vocal pra nenhum fã de metal botar defeito. Para quem não curte tanto um instrumental, esta aqui é uma boa pedida.

 

Devil May Cry Original Soundtracks

devil-may-cry-original-sound-track
Jogo: Série Devil May Cry
Ano: 2001 em diante
Gênero: Ação Hack and Slash

Nos primeiros jogos da franquia a trilha sonora de Devil May Cry mesclava um pouco de eletrônico e trilhas sonoras sintetizadas, um padrão em jogos, com o metal, porém, a partir de Devil May Cry 3, o metal se tornou o ponto principal do tema. Especialmente na trilha sonora de Devil May Cry 3, temos a participação de dois vocalistas em vários temas dignos de uma boa playlist, Shawn McPherson nos vocais agressivos e David Baker nos limpos. A combinação resultou em pelo menos três faixas animais ao melhor estilo heavy metal com toques de eletrônico.

 

Painkiller Original Soundtrack

painkiller-original-soundtrack
Jogo: Painkiller
Ano: 2004
Gênero: FPS

Pessoalmente Painkiller foi um jogo que marcou a minha vida de alguma forma, por um grande motivo: na época que comprei o jogo, ele não rodava no meu computador nem com milagre. Quase 5 anos depois, quando comprei um novo, a configuração dava e sobrava. Enquanto o dia não chegou, incessantemente ouvi este CD de puro metal e um toque de eletrônico, um pouco repetitivas, mas com temas fortes e grudentos. Existe uma polêmica sobre este jogo e Ozzy Osbourne. A faixa abaixo, Painkiller, foi creditada ao músico na época (feat Ozzy Osbourne), entretanto, a faixa foi composta pela banda polonesa Mech e é cantada por Maciej Januszko, cuja voz é praticamente idêntica à de Ozzy. Porém Ozzy sim teve envolvimento, indireto, com o jogo Painkiller. Sua música Hellraiser foi utilizada no primeiro trailer do jogo, o que talvez tenha levado às pessoas pensarem que Painkiller também foi cantada pelo mesmo. Até eu achava…

 

Prince of Persia: Warrior Within Original Soundtrack

prince-of-persia-warrior-within-original-soundtrack
Jogo: Prince of Persia: Warrior Within
Ano: 2004
Gênero: Ação/Aventura

Com uma pegada heavy metal misturada com elementos do oriente médio, a trilha sonora de Prince of Persia: Warrior Within tem seu mérito para fazer parte desta matéria. Pessoalmente não joguei o jogo, apenas me deparei com a trilha durante minhas pesquisas, portanto não tenho muito o que comentar sem cair no perigo de soar genérico.

 

Brütal Legend Original Soundtrack

brutal-legend-original-soundtrack
Jogo: Brütal Legend
Ano: 2009
Gênero: Ação/Aventura

Mais um jogo com suas raízes no metal, em sua produção Brütal Legend já conta com grandes vozes como Lemmy Kilmister, Rob Halford e Ozzy Osbourne, além do fato de que os cenários do jogo são inspirados em capas famosas de álbuns de metal. O jogo em si, é puro metal, e a trilha sonora, a mesma coisa. Com elementos inspirados em Black Sabbath, Metallica, Judas Priest e outros grandes nomes do gênero, o jogo em si já é uma ótima pedida para os fãs de metal, cheio de referências além da trilha sonora.

 

Metal Gear Rising: Revengeance Original Soundtrack (and Vocal Tracks)

metal-gear-rising-revengeance
Jogo: Metal Gear Rising: Revengeance
Ano: 2013
Gênero: Ação Hack and Slash

Sem cair no repeteco, a trilha sonora de Metal Gear Rising mistura o poder da música eletrônica com o metal, uma espécie de industrial metal combinado com a participação de vários vocalistas diferentes para criar um conjunto de faixas que não só se adequam perfeitamente ao ritmo frenético do jogo, mas que podem ser ouvidas tranquilamente fora do jogo como um ótimo álbum de metal. A trilha do jogo em si é bem mais puxada para o eletrônico, mas as faixas cantadas, que não são poucas, tanto que foram lançadas em outro álbum de trilha sonora, se apoiam no industrial metal.

DOOM Original Soundtrack
doom-original-soundtrack

Jogo: DOOM (título em desenvolvimento: Doom 4)
Ano: 2016
Gênero: FPS

Último e mais recente item da lista, a trilha sonora de DOOM foi uma surpresa para mim. Esperando uma trilha sonora genérica, orquestrada ou mesmo puxada para o padrão eletrônico de jogos mais agressivos, tomei um ótimo susto com a pancada que a primeira faixa da trilha sonora nas minhas caixas de som. Ainda sim mesclando elementos eletrônicos como o caso de várias que já citei, o grande trunfo de DOOM são guitarras e linhas de bateria mais orgânicas. O som industrial combina com a ambientação e tensão do jogo, mas é o peso dos riffs que colocaram este álbum na minha playlist.

 

Bônus

Megaman X8 Original Soundtrack

rockman-x8-original-soundtrack

Jogo: Megaman X8
Ano: 2004
Gênero: Plataforma

As trilhas sonoras de Megaman sempre tiveram seu pézinho no metal/rock mas não são todas as faixas que se enquadram no estilo, com a exceção de Megaman X8. O último jogo da série X teve um número maior de faixas puxadas para o estilo, algumas bem pesadas, mas não são todas, por isso, apenas deixo aqui uma citação especial.

Rock’n Roll Racing Original Soundtrack

rock-n-roll-racing-original-soundtrack
Jogo: Rock’n Roll Racing
Ano: 1993
Gênero: Corrida

Por fim, o primeiro jogo que tenho registros que utilizou o metal de alguma forma como sua trilha sonora, Rock’n Roll Racing não possui uma trilha original no metal, mas utilizou versões minimalistas e adaptadas para os antigos consoles de músicas famosas de metal e rock, além de elementos que remetem ao estilo. Um clássico.

Em breve teremos a segunda parte das matéria, que elenca 2 itens: arranjos de trilhas em metal e bandas que fazem covers de músicas de games, porém puxando para suas guitarras para dar um novo ar aos temas originais.

Um abraço e até mais!

Um pensamento sobre “Metal nos Games – Parte 1 – Trilhas originais

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s