Falando sobre Mangá

Livro Além dos Olhos Grandes – um estudo em mangá sobre mangá

O termo metalinguagem é usado para denominar o uso da linguagem para falar de si mesma, ou assim dizem por ai. Pra mim, metalinguagem é uma forma de atrair o leitor ou espectador, quebrando a quarta parede ou mesmo apenas como um meio para o autor trazer a atenção para dentro da própria ideia completa de onde sua obra está introduzida. Esse é o tipo de maluquice ou simplesmente genialidade que me atrai. Quando fiz meu TCC na faculdade, tentei apresentar uma ideia de fazer um TCC em sobre o próprio TCC em si, porém apesar da ideia ter sido aceita como um adendo do mesmo, acabei tendo que modificar a ideia completa para poder entrega-lo. A minha ideia não deu certo como eu queria, porém, eis aqui uma ideia que deu certo, curiosamente é um TCC, possui essa metalinguagem que vos falo e analisou um tema que constantemente acaba recorrente aqui no blog: o mundo dos mangás.

Livro Além dos Olhos Grandes por Ana Carolina

Livro Além dos Olhos Grandes por Ana Carolina

O Livro Além dos Olhos Grandes, a primeira vista, principalmente sendo produzido por uma brasileira, pode não parecer atrativo, até mesmo porque muita gente que lê toneladas de mangás dificilmente para ler meia duzia de palavras corridas sobre o que está por trás destas obras ou a história que levou ao mangá no formato que temos hoje. Porém, o livro escrito por Ana Carolina Pereira, um projeto ampliado de seu TCC “Desenvolvimento de Pesquisa em Formato Mangá” defendido em 2009 em seu curso de Tecnologia em Artes Gráficas porém editado e publicado em 2014, resolve usar a metalinguagem como base de sua explanação: um mangá sobre mangá.

O formato do livro, apesar de explicativo, segue como se fosse um mangá no sentido ocidental

O formato do livro, apesar de explicativo, segue como se fosse um mangá no sentido ocidental

Logo de inicio, Ana Carolina ambienta a ideia e o contexto no qual ela foi executada, além de apresentar o personagem que acompanha o leitor ao longo do livro, Soninha.

Uma das 3 faces de Soninha, esta ilustrada por Juliano Henrique

Uma das 3 faces de Soninha, esta ilustrada por Juliano Henrique

O corpo da história do livro é divida em três partes, cada uma ilustrada por um desenhista diferente, com estilo diferente porém ainda dentro do contexto de mangá: A história do mangá em si, a forma e os conteúdos que compõe os mangás e por fim os mangás aqui no Brasil.

Página por Maxwell Alves, ilustrando a recente história dos mangás

Página por Maxwell Alves, ilustrando a recente história dos mangás, com mangás como Death Note e One Piece, que ja foi citado aqui no blog em um enorme post de referências

Particularmente tenho vários livros que falam sobre o assunto, alguns deles com centenas de páginas, porém, como uma forma de apresentação aos leigos no assunto, o livro de Ana Carolina compreende e aponta muito bem as referências históricas como Hokusai Manga e as tiras que precederam os mangás, a passagem do Japão pela Segunda Guerra Mundial (que foi um dos fatores que alavancaram, por incrivel que pareça, a produção destas obras no pais) até o formato serializado em produção como hoje vemos em revistas como a Shonen Jump.

Página ilustrada por Juliano Henrique, demonstrando um dos elementos característicos do mangá, que é a evolução do traço ao longo das longas publicações

Página ilustrada por Juliano Henrique, demonstrando um dos elementos característicos do mangá, que é a evolução do traço ao longo das longas publicações. O mangá Jojo Bizarre Adventure, citado na página, é um dos mangás mais antigos ainda em publicação, como você pode conferir neste post do blog!

Além da história, os elementos caracteristicos dos mangás são bem explicados, principalmente se este livro for aproveitado por alguém fora do meio, situando-o no universo oriental de quadrinhos. Por fim, o detalhamento da história do mangá no Brasil é muito bom. A pesquisa foi bem embasada e faz citação desde os mestres como Claudio Seto, os fanzines e revistas que enchiam as bancas, os mangás de sucesso como Holy Avenger até os financiamentos coletivos como do mangá de Max Andrade, Tools Challenge, já citado aqui no blog na sequência de posts sobre o mangá no Brasil.

Página ilustrada por Cristiano Procopio, citando o mangá Holy Avenger e um herói de minha infância, Capitão Ninja!

Página ilustrada por Cristiano Procopio, citando o mangá Holy Avenger e um herói de minha infância, Capitão Ninja!

O livro encerra com algumas entrevistas de pessoas do meio e com um glossário devidamente pontuado para os leigos no meio. Todas as referências foram devidamente creditadas, o que demonstra o profissionalismo na montagem deste pequeno porém completo livro. Pessoalmente recomendo se você quer entender melhor o meio em que os mangás foram introduzidos principalmente aqui no Brasil e como fonte rápida para referência para apresentar o que é o mangá para pessoas que não estão engajadas neste meio, um mercado que tem crescido bastante aqui no Brasil, mas ainda continua tímido quando se diz respeito a produção nacional. Tenho que concordar que há muito mais títulos brazukas no mercado hoje quanto antes, ainda mais com o advento da internet, porém ainda há muito o que caminhar para que nossos desenhistas e autores brasileiros tenham o prestigio que merecem.

Por fim, créditos as ilustrações do livros a Cristiano Procopio, Juliano Henrique e Maxwell Alves, que fizeram um ótimo trabalho ao longo das páginas do mangá/livro. Não são muitos os locais onde o livro é vendido devido a sua publicação ter sido independente, porém recomendo o contato dos autores através da página do livro no Facebook: https://www.facebook.com/paginaaog

Um abraço e até +!

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s