Falando sobre Mangá

Mangás Nacionais – Parte 2 de 5: Os roteiros de Marcelo Cassaro e as produções derivadas do RPG

Mangás Nacionais Parte 2

E vamos para a 2ª parte de 5 do maior post de apreciação aos mangás já feito! O RPG e os mangás sempre andaram de mãos dadas aqui no Brasil, com o surgimento das revistas Dragão Brasil, o sistema de RPG 3D&T e todo um nicho de mercado. Devemos muito ao RPG por uma variedade de belíssimas obras ambientadas nos cenários gerados por seus sistemas e as revistas que os divulgaram. Apesar da força do RPG de mesa ter diminuído no Brasil, ainda há um mercado fiel ao movimento, e junto com este mercado, os mangás que tiveram origem no RPG ou cujos autores tiveram seu inicio e até mesmo auge com estas histórias, começando já com a obra mais importante dentre as demais, e um dos autores de maior presença no mercado de mangás nacional.

Holy Avenger - Marcelo Cassaro, Erica Awano e convidadosHoly Avenger de Marcelo Cassaro, Erica Awano e artistas convidados

Ano:1999 (versão original)
Editora: Trama

Lançado na Dragão Brasil como uma aventura de RPG, que se expandiu no cenário de Tormenta, Holy Avenger cresceu para uma revista periódica exclusiva, a qual teve 42 edições publicadas, com 32 páginas cada, uma média altíssima para uma obra 100% brasileira neste ramo. Muitas revistas que tentaram uma extensão desse tamanho acabaram como canceladas e sim, Holy Avenger teve um fim, finalizou, para a alegria de quem acompanhou. O mangá ganhou prêmios nacionais e internacionais e teve seu auge próximo ao ano de 2003, onde iniciou-se republicações da revista em formato compilado, adaptação para outras mídias, artbook (que não achei pra comprar na época…), audio-CD e até mesmo a expectativa de uma animação. Entre 2005 e 2012, infelizmente o mercado nacional de mangás de uma esfriada em relação à quantidade de lançamentos, algumas editoras faliram (crise lá fora…), porém, graças a Jambô Editora, agora temos a oportunidade de ter estas histórias novamente, em edição de luxo modafoca inclusive (olha aqui a do Holy Avenger). Quanto aos autores, Holy Avenger foi a porta de entrada para os roteiros de Marcelo Cassaro e a maravilhosa arte de Erica Awano, além de vários desenhistas e roteiristas convidados, como Andre Vazzios, Ricardo Riamonde, Rogério Saladino e J.M. Trevisan. O mangá foi só o começo das obras com traço de mangá que foram derivadas do RPG. Quanto a história, Holy Avenger conta a história de Lisandra, uma druida que quer ressuscitar um herói chamado Paladino. Pra isso, ela precisa juntar os Rubis da Virtude, que são colocados na armadura dourada do guerreiro. Nisso ela conhece o ladrão comédia Sandro, a maga Niele e ai só altas confusões, mil tretas, magias e aquela coisa toda dos universos de RPG com base no medieval. Dica: Se for adquirir a edição de luxo, site da Jambô, frete grátis e com desconto ;D

DBride: A Noiva do Dragão - Marcelo Cassaro e Erica AwanoDBride: A noiva do dragão de Marcelo Cassaro e Erica Awano

Ano:2011
Editora: Jambô

Mais uma história de Cassaro e Awano, originalmente foi publicada na revista Dragon Slayer, da Editora Escala e em 2011 foi compilada pela Jambô Editora em um volume único. A história fala sobre um universo com seres híbridos de humanos e animais, sobre um casamento, mil tretas e ai não posso falar mais porque já é curtinho e sem spoilers né? O traço maravilhoso da Erica Awano está mais do que presente nesta história, recomendo fortemente, só um volume, vale a pena. Mais detalhes aqui!

Victory - Marcelo Cassaro e Eduardo FranciscoVictory de Marcelo Cassaro e Eduardo Francisco

Ano:2000
Editora: Trama

Da mesma época do Victory e aproveitando o roteiro de Marcelo Cassaro, tivemos Victory. A revista já chamava bastante atenção só pelas capas com sua personagem, Victory, uma deusa com muito poder e pouca roupa, que é despertada na história por 5 moleques que… estavam jogando RPG. A ideia era sensacional, metalinguagem com relação ao RPG, inclusive houve noticias que foi lançado nos EUA, apesar de eu não ter visto a edição americana. Teve uma continuação em 2004, mas também não cheguei a ler. Confesso que na época eu ainda associava o nome do Cassaro ao Holy Avenger e preferia a arte da Awano, mas hoje tenho noção do valor que a obra possui. Espero que seja relançada! (Vai Jambô!)

Bônus time: Marcelo Cassaro e Eduardo Francisco juntos novamente para um one-shot chamado Projeto AYLA: http://jamboeditora.com.br/manga/projeto-ayla/

Dungeon Crawlers - Marcelo Cassaro (arte de Daniel HDR e Ricardo Riamonde)Dungeon Crawlers de Marcelo Cassaro (desenhado por  Daniel HDR e Ricardo Riamonde)

Ano:2003
Editora: Mythos

Mais uma da época de ouro das histórias em quadrinhos derivadas do RPG e traço puxado para o mangá, tivemos Dungeon Crawlers, em 2003, lançado pela Mythos em 4 edições. Adivinha quem fez uma versão compilada sensacional? Mais uma bola dentro da Jambô (já deu pra perceber que eu adoro a Jambô né?) ! Também ambientado no cenário de Tormenta, a história conta sobre uma expedição à uma cidade perdidas, elfos, as tretas que sempre tem que ter e uma boa party mesclada com clérigo, guerreiro, enfim, classes, RPG, sacou? A arte fica por conta de Daniel HDR, um dos gênios que o Brasil exportou para o mercado americano de HQs e Ricardo Riamonde, o cara das cores, que participou de Holy Avenger (e participa até hoje da colorização de ilustrações, capas…) e também já fez vários trabalhos para o mercado internacional. Enfim, precisa ainda confirmar se o material é de primeira? Mais infos no site da Jambô aqui!

Hero Party - Marcelo Cassaro e Erica HoritaHero Party de Marcelo Cassaro e Erica Horita

Ano:2012
Financiamento coletivo

Hero Party merece um destaque especial aqui no blog apesar de não ter sido publicado exatamente no mercado nacional. Na tentativa de buscar um novo espaço, Marcelo Cassaro e seus roteiros de RPG migraram para uma outra solução: financiamento coletivo internacional. Com a arte godlike de Erica Horita (ahhhh Ethora…), Marcelo colocou o mangá também baseado em um universo de RPG para ser financiado através da plataforma Kickstarter. O resultado foi um sucessso, quase duas vezes maior do que o esperado. Lançado em inglês, juntamente com vários brindes, o mangá deve ter corrido para lugares que nem imagino. Mas e ae? Eu não financiei, não tenho como conseguir um exemplar. A resposta é não. Adivinha onde está vendendo a versão de capa dura e a versão normal do mangá? Aqui, na Loja Jambô (até o final deste post, vão me acusar de fazer propaganda, mas juro que este não é um post publicitário). Quer conferir mais sobre como foi o financiamento do Kickstarter, clique aqui (em inglês).

20 Deuses - Marcelo Cassaro e Rafael Françoi20 Deuses de Marcelo Cassaro e Rafael Françoi

Ano: 2011
Publicação digital
Link: http://jamboeditora.com.br/manga/20deuses/

Uhul! Publicações digitais, e o roteiro é de… Marcelo Cassaro! Com dois capítulos lançados ainda neste ano de 2014 e a arte mangatástica de Rafael Françoi, 20 Deuses é mais uma de nossas obras baseadas em RPG, especificamente no universo de Tormenta (como de costume de Marcelo Cassaro, porque ele tem direito, afinal o universo que ele criou é grande demais para uma obra só). Não vou falar muito para não mandar um spoiler aqui, então, confere no link do site da… Jambô (hahahahahaha)!!!!!!!!!! Detalhe ao protagonista que me lembra o Hitsugaya do Bleach e aos momentos de comédia bem elaborados.

10 Desejos - Douglas MCT e Rafael FrançoiDez desejos de Douglas MCT e Rafael Françoi

Ano: 2014
Publicação digital
Link: http://outrosquadrinhos.com.br/serie/dez-desejos/

Aproveitando o ensejo ao citar a arte de Rafael Françoi e fugindo um pouco dos roteiros de Marcelo Cassaro (e da ilustríssima Jambô), bora conferir Dez Desejos, com roteiro de Douglas MCT! O cenário não é baseado em RPG, na verdade tem a ver com fantasia, porém vale a pena menciona-lo aqui, junto ao 20 Deuses. A história faz parte do universo Necropolis, que você pode conhecer mais dando uns cliques nos extras do link da publicação. Recomendo com vigor o gif da transformação da página de esboço a cores. Nervoso.

Turma da Mônica JovemTurma da Mônica Jovem

Ano:2008
Editora:Panini

O mangá mais vendido no Brasil, seja pra quem gosta de mangá, pra quem já curtia o universo ou simplesmente por ser Turma da Mônica, não há como negar o espaço ao Turma da Mônica Jovem nesta série de posts. A transformação da história tradicional das crianças que usam a mesma roupa e tem eternamente a mesma idade para um teor diferente para algo com o traço trabalhado para se tornar mais próximo ao mangá, paródias e homenagens à cultura japonesa e aventuras mais elaboradas chocou o mercado. Me lembro da história ter sido alvo de duras criticas aos fãs tradicionais e também aos fãs de mangá, porém, por trás da iniciativa de Mauricio de Souza, existe uma equipe sem precedentes de roteiristas, ilustradores e profissionais de marketing, publicação, criação e afins, incluindo nomes como Marcelo Cassaro e Petra Leão. Pode não agradar devido ao fato de ser uma obra diferente, mas além de ter uma venda grande e ser o mangá brasileiro com maior extensão em relação a volume publicado, é uma iniciativa que foi copiada em nosso mercado posteriormente para outras obras infantis, mas com certeza merece respeito, afinal, Mauricio de Souza é um autor de histórias em quadrinhos que influenciou gerações e continua no mercado, se reinventando, arriscando, deixando um legado histórico à cultura brasileira. Quer conferir mais sobre o Turma da Mônica Jovem ou dar uma chance à obra, dê uma olhada aqui, no site oficial.

Ledd - Lobo Borges e J.M. TrevisanLedd de Lobo Borges e J.M. Trevisan

Ano:2011
Editora: Jambô

Publicação física e digital: http://jamboeditora.com.br/manga/ledd/

E pra fechar o post, finalizando com o tema RPG, voltando ao cenário de Tormenta com um de seus fundadores (e apreciador de Explosions in the sky e outras bandas de qualidade), J.M. Trevisan e seu roteiro definitivo, Ledd! Com a arte de Lobo Borges e influências notáveis de obras como Avatar (o monge mala, não os bicho azul), Ledd procura por um passado perdido, com seus companheiros de party. Atualmente a história possui 3 volumes físicos e é publicada no site daaaaaaaaaaaaaaaaaaa Jambô!!!! Sem spoilers, confere ai (um cara que curte Explosions in the sky só pode fazer coisa boa).

 

Sim, a Jambô merece com certeza um destaque dos bons aqui no blog porque, além de ser uma editora que abraçou o mercado de mangás e seus derivados, como os mangás e histórias em quadrinhos, possui uma loja que já indiquei aqui no blog, com suas produções, outros mangás e HQs além de uma grande quantidade de material relativo a RPG (frete grátis pra muitos produtos e para os demais, carrinhos acima de 100). E não, este não é um post publicitário, eu só sou um fã da editora =D!

Gente, se eu falei alguma besteira, por favor, me mande um e-mail! Semana que vem tem mais, com mais publicações de respeito que foram às bancas do país e as compilações! Teh +!

Leia aqui as outras partes: Parte 1, Parte 3, Parte 4, Parte 5

Fontes das ibagens: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Anúncios

3 pensamentos sobre “Mangás Nacionais – Parte 2 de 5: Os roteiros de Marcelo Cassaro e as produções derivadas do RPG

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s