Falando sobre Mangá

Tite Kubo – A poesia em Bleach

Poemas Bleach

Tite Kubo pode não ser o mestre dos cenários e ser um grande troll em relação aos seus plot twists, porém Bleach sem dúvida é um dos mangás mais poéticos que já passou pela Shonen Jump (por mim, Tite Kubo não estaria na Jump, estaria em uma revista que desse mais espaço para ele crescer neste sentido, mas o cara é cabeça dura…). Desde Zombie Powder, sua primeira série, já era possível notar os pequenos detalhes, referências e alegorias que o autor espalha pela obra. Não é todo mundo que consegue captar estes nuances em suas páginas, principalmente porque o “público alvo” da revista está mais interessada em porrada e comédia do que na beleza da obra.

Este post é dedicado aos pequenos poemas que Kubo coloca na abertura dos volumes, pequenos enxertos de sua genialidade. Alguns deles podem parecer simples traduzidos para o português, mas isso acontece porque em japonês a dualidade das palavras utilizadas e as entrelinhas fazem mais sentido. Ainda sim, mesmo traduzidos, estas pequenas mensagens não perdem sua beleza.

PS: Pretendo atualizar este post sempre que possível, com poemas dos novos volumes e dos lançamentos especiais.

Bleach - Volume 1: The death and the strawberryVolume 1: The death and the strawberry

Nós somos gratos por
não termos forma.

Bleach - Volume 2: Goodbye parakeet, goodnite my sistaVolume 2: Goodbye parakeet, goodnite my sista

As pessoas só conseguem manter a esperança
porque seus olhos são incapazes de enxergar a morte.

Bleach - Volume 3: Memories in the rainVolume 3: Memories in the rain

Se eu fosse a chuva, poderia unir meu coração de um outro alguém?

Assim como ela une os eternamente distantes céu e terra?

Bleach - Volume 4: Quincy archer hates youVolume 4: Quincy archer hates you

Quando nos encontramos, nos unimos,
como gotas d’água, como planetas.

Quando nos encontramos, nos repelimos,
como ímãs, como as cores da pele.

Bleach - Volume 5: Rightarm of the giantVolume 5: Rightarm of the giant

Se eu não empunhar a espada,
não posso te proteger.

Mas se eu empunhar a espada,
não posso te abraçar.

Bleach - Volume 6: The death trilogy overtureVolume 6: The death trilogy overture

Em verdade,
para nós não existe “destino”.
Somos aqueles que,
embebidos em medo e ignorância,
perdem o passo e caem no rio lamacento
que chamam de “destino”.

Bleach - Volume 7: The broken codaVolume 7: The broken coda

Nós não devemos derramar lágrimas pois,
para o coração, esta é a derrota do corpo carnal.
Não há prova mais contundente do que
nossas emoções estão alem de nosso controle.

Bleach - Volume 8: The blade and meVolume 8: The blade and me

Uma vez enferrujado, não consegue mais abrir caminho.
Uma vez sem controle, rasga a si próprio em pedaços.

Sim, o orgulho se parece
com uma espada.

Bleach - Volume 9: Fourteen days for conspiracyVolume 9: Fourteen days for conspiracy

Sim, mesmo com olhos abertos
sonhamos voar através dos céus.

Bleach - Volume 10: Tattoo on the skyVolume 10: Tattoo on the sky

Esticamos as mãos,
atravessamos as nuvens e cruzamos o céu.
Contudo, mesmo que capturássemos a Lua ou Marte
ainda não alcançaríamos a verdade.

Bleach - Volume 11: The star and a stray dogVolume 11: The star and a stray dog

Incendeio minhas presas para alcançar o inatingível
para não ter que encarar aquela estrela
e não precisar rasgar minha garganta.

Bleach - Volume 12: Flower on the precipiceVolume 12: Flower on the precipice

Apreciamos a beleza de uma flor no penhasco
porque nossos pés param a beira do precipício
ao invés de, como aquela flor,
seguir em frente em direção aos céus.

Bleach - Volume 13: The undeadVolume 13: The undead

Sempre que nos desfazemos de nosso orgulho,
ficamos um passo mais perto de nos tornarmos feras.
Sempre que assassinamos um coração,
ficamos um passo distante de nos tornarmos feras.

Bleach - Volume 14: White tower rocksVolume 14: White tower rocks

Rangendo, rangendo; a torre dos pecados purificados
como a luz, ela passará através deste mundo.
Balançando, balançando; a torre em nossa espinha.
Aqueles que cairão seremos nós? Ou o céu?

Bleach - Volume 15: Beginning of the death of tomorrowVolume 15: Beginning of the death of tomorrow

Permaneço somente na prática de meu adeus a ti.

Bleach - Volume 16: Night of wijnruitVolume 16: Night of Wijnruit

Os raios de sol que aos poucos banham a Terra
apagam as pegadas deixadas na fina camada de neve.
Não tema ser iludido, pois o mundo já está repleto de decepções.

Bleach - Volume 17: Rosa rubicundior, lilio candidiorVolume 17: Rosa rubicundior, lilio candidior

Vermelho como o sangue,
branco como os ossos.
Vermelho como a solidão,
branco como o silêncio.
Vermelho como o instinto selvagem,
branco com o coração de Deus.
Vermelho como o ódio derretido,
branco como um gélido lamento de dor.
Vermelho como as sombras que devoram a noite,
como um suspiro que atravessa a Lua.
Brilha alvamente e dispersa-se em escarlate.

Bleach - Volume 18: The deathberry returnsVolume 18: The deathberry returns

Sua sombra, vagarosamente
como uma agulha errante envenenada
costura meus passos.

A sua luz, suavemente
como um trovão atinge a torre de água
corta a fonte da minha vida.

Bleach - Volume 19: The black moon risingVolume 19: The black moon rising

É verdade, nada mais
pode mudar o meu mundo.

Bleach - Volume 20: End of hypnosisVolume 20: End of hypnosis

Aqueles que não sabem o que é o amor
comparam-no a beleza.

Aquele que desejam saber o que é o amor
comparam-no a feiura.

Bleach - Volume 21: Be my family or notVolume 21: Be my family or not

Este mundo inteiro existe
apenas para te encurralar.

Bleach - Volume 22: ConquistadoresVolume 22: Conquistadores

Não há sentido em nosso mundo,
nem mesmo para nós, que vivemos nele.
Nós, seres sem sentido, pensamos sobre o mundo
e a percepção da falta de sentido nisso
não significa nada.

Bleach - Volume 23: Mala suerte!Volume 23: Mala suerte!

Somos o peixe em frente a cachoeira,
o inseto preso na gaiola.
Somos as migalhas das ondas,
a caveira no bastão,
a força em torrente, a baleia que a engole.
Somos touro de cinco chifres,
o monstro que cospe fogo,
a criança que chora e esperneia.
Ah, estamos apenas envenenados pelo luar.

Bleach - Volume 24: Immanent god bluesVolume 24: Immanent god blues

Fodam-se todos vocês.

Bleach - Volume 25: No shaking throneVolume 25: No shaking throne

Todos já estamos mortos desde que nascemos.
O fim existe ali, desde muito antes do começo.

Se viver é um eterno saber
o fim é o último fato que conhecemos na vida.
Encontrar o fim e adquirir todo o seu conhecimento por completo:
Esta, sim, é a morte.

Não queiramos saber tudo.
Aquele que não tem a capacidade de sobrepujar a morte
não deve querer conhecer de tudo na vida.

Bleach - Volume 26: The mascaron driveVolume 26: The mascaron drive

A voz que perfura profundamente meu peito
soa como uma ovação sem fim.

Bleach - Volume 27: Goodbye halcyon daysVolume 27: Goodbye halcyon days

Dentre nós
não há um ser que mescle ao outro;
não há dois de nós que tenham formas idênticas;
e, por não possuirmos o terceiro olho,
não enxergamos a esperança
em nenhuma das quatro direções;
mas o quinto caminho certamente existe,
Onde está nosso coração.

Bleach - Volume 28: Baron's lecture full-courseVolume 28: Baron’s lecture full-course

Ó, senhor
por vezes O olhamos
com olhos de quem enxerga um pavão.

Olhos ornados de algo imensurável
similar a esperança, adoração…
E pavor.

Bleach - Volume 29: The slashing operaVolume 29: The slashing opera

Enfeito-os por puro capricho
mesmo sabendo que serão cortados.

Escovo-os como uma obcecada
mesmo sabendo que serão cortados.

Tenho medo, tenho medo
do momento de vê-los cair.

Pois esses cabelos espalhados
me lembram você morto.

Bleach - Volume 30: There is no heart without youVolume 30: There is no heart without you

Esta ferida… é tão profunda com o oceano
este pecado ensanguentado… é tão incolor quanto a morte.

Bleach - Volume 31: Don't kill my voluptureVolume 31: Don’t kill my volupture

Diga que me odeia mais do que tudo no mundo.

Bleach - Volume 32: HowlingVolume 32: Howling

O Rei corre.

Afugentando as sombras,
tilintando a armadura,
espalhando ossos,
sorvendo sangue e carne.
Ele ruge
encobrindo seu coração.

Sozinho, ele dá o passo
rumo ao horizonte longínquo.

Bleach - Volume 33: The bad jokeVolume 33: The bad joke

Nós somos insetos.

Vermes rastejando sob a constante maldade.

Eu ergo minha cabeça,
mais alto que a lua,

até não poder mais enxergar vocês,
seres dignos de pena.

Bleach - Volume 34: King of the hillVolume 34: King of the hill

Se me derem asas
eu voaria por você.

Mesmo que tudo nesta terra acabasse no fundo das águas.

Se me dessem uma espada
eu me levantaria por você.

Mesmo que tudo no céu, com suas luzes, viesse a alvejar você.

Bleach - Volume 35: Higher than the moonVolume 35: Higher than the moon

Ser parido no mundo
é praticamente como morrer.

Bleach - Volume 36: Turn back the pendulumVolume 36: Turn back the pendulum

Ainda é cedo para acreditar.

Bleach - Volume 37: Beauty is so solitaryVolume 37: Beauty is so solitary

Não acho as pessoas belas
como acho que as flores são.

Pessoas são parecidas com flores
só quando caem mutiladas no chão.

Bleach - Volume 38: Fear for fightVolume 38: Fear for fight

Se há algo que temo
é me tornar um guerreiro sem temores.

Bleach - Volume 39: El verdugoVolume 39: El verdugo

Humanos erros.
Demônios matam.

Bleach - Volume 40: The lustVolume 40: The lust

Por ter um coração, invejo.
Por ter um coração, devoro.
Por ter um coração, tomo.
Por ter um coração, desprezo.
Por ter um coração, vadio.
Por ter um coração, enfureço.
Por ter um coração, desejo tudo o que há em você.

Bleach - Volume 41: HeartVolume 41: Heart

Corro para obter
tudo aquilo que perdi.
Sangue, carne, ossos
e algo mais.

Bleach - Volume 42: Shock of the queenVolume 42: Shock of the queen

Não existe mundo isento de sacrifícios.
Ainda não percebeu?
Um inferno de cinzas jogas sobre um mar de sangue.
É a isso que damos o nome,
supostamente,
de mundo.

Bleach - Volume 43: Kingdom of hollowsVolume 43: Kingdom of hollows

A putrefação é minha amiga.
A noite, minha serva.
Deixo corvos bicarem meu corpo
enquanto espero por ti em minha mansão de olmo.

Bleach - Volume 44: Vice itVolume 44: Vice it

O ser humano é mau em sua essência.
Por isso, para se sentir justo, não conhece outra maneira
senão interpretar no outro um mal maior do que o seu.

Bleach - Volume 45: The burnout infernoVolume 45: The burnout inferno

A viver curvado,
escolha morrer erguido.

Bleach - Volume 46: Back from blindVolume 46: Back from blind

Não temo conhecer a infelicidade.
O que temo é saber que a felicidade que se foi
jamais voltará.

Bleach - Volume 47: End of the chrysalis ageVolume 47: End of the chrysalis age

Se amanhã tu te tornasses serpente
e começasses a devorar gente.
Se ainda engolindo a carne
uivasses amor por mim.
Será que eu ainda seria capaz
de confessar igual amor ao que sinto hoje por ti?

Bleach - Volume 48: God is deadVolume 48: God is dead

Pessoas não passam de primatas corrompidos,
assim como Deus não passa de uma pessoa corrompida.

Bleach - Volume 49: The lost agentVolume 49: The lost agent

Como faço para me acostumar
a fugacidade desse mundo sem você?

Bleach - Volume 50: The six fullbringersVolume 50: The six fullbringers

O tempo sempre nos surpreende pelas costas
e passa por nós, num rugir, quebrando como as ondas.

Pare onde está.
Por mais que o tempo lhe revele suas presas
tentando raptá-lo em sua correnteza, para o mais belo dos passados.

Não olhe para frente.
Pois sua esperança está no turbilhão escuro e caótico
que circula atrás de você.

Bleach - Volume 51: Love me bitterly, loth me sweetlyVolume 51: Love me bitterly, loth me sweetly

Não meta o dedo
no meu coração.

Bleach - Volume 52: End of bondVolume 52: End of bond

Vem contar comigo
as marcas de mordida
que deixei em você.

Bleach - Volume 53: The deathberry returns 2Volume 53: The deathberry returns 2

O fato de eu ser tão jovem
e tão imaturo
parece ser imperdoável pra esses adultos
que se gabam da incontestável perfeição
de sua decrepitude.

Bleach - Volume 54: Goodbye to our XcutionVolume 54: Goodbye to our Xcution

Se podes dizer que teu coração é integro
só isso já configura tua força.

Bleach - Volume 55: The blood warfareVolume 55: The blood warfare

Dê 1 passo adiante
e em 2 segundos não haverá mais volta
rumo aos 3 Mil Mundos de um mar de sangue.

Bleach - Volume 56: March of the starcrossVolume 56: March of the starcross

Batalhão marcha, marchando, a trombeta vai soar.
O zumbido ao ouvido, como estrela a tilintar.
As botas na cadência, como trovão a rufar.

Bleach - Volume 57: Out of bloomVolume 57: Out of bloom

Embora se despedace em pétalas, para nunca mais desabrochar,
que ao menos se irrompa em chamas, pela beleza do rebentar.

Bleach - Volume 58: The fireVolume 58: The fire

A alma se ergue como labaredas;
apesar da chuva.

Bleach - Volume 59: The battleVolume 59: The battle

Lutar é tudo.

Bleach - Volume 60: Everything but the rainVolume 60: Everything but the rain

Em tua inocência, pareces o sol.
Em pecado também, pareces o sol.

Bleach - Volume 61: The last 9 daysVolume 61: The last 9 days

Se eu acreditasse que o mundo é repleto de perigos
e o meu desejo é de te proteger de todos eles…
É porque tenho dentro de mim um ímpeto
tão fatal quanto esses perigos.

Bleach - Volume 62: Heart of wolfVolume 62: Heart of wolf

Eu vou continuar
a desafiar minha vida
enquanto meu coração
tiver presas.

Bleach - Volume 63: Hear, fear, hereVolume 63: Hear, fear, here

Para viver e para ser mantido vivo
a diferença é inexistente.

Para morrer e ser morto
a diferença é igualmente inexistente.

Bleach - Volume 64: Death in visionVolume 64: Death in vision

Não existe nada,
e é isso que é a beleza.

Bleach - Volume 65: Marching out the zombiesVolume 65: Marching out the zombies

Eu te amo até a morte.

Bleach - Volume 66: Sorry I Am Strong

Volume 66: Sorry I am strong

Apenas cortar
é tudo o que há nesta vida?

Bleach - Volume 67: Black

Volume 67: Black

A coisa tá preta
De ponta-cabeça.

Bleach - Volume 68: The ordinary peace

Volume 68: The ordinary peace

Não é estonteante
De tão intoxicante?

Bleach - Volume 69: Against the judgement

Volume 69: Against the judgement

Balas, garras, estandarte e espada,
Conto nos cinco dedos da mão
O momento de te reencontrar.

Bleach - Volume 70: Friend

Volume 70: Friend

Não há dor
Neste balanço,
Exceto naquilo que concerne aos nossos olhos.

Bleach - Volume 71: Baby, hold your hand

Volume 71: Baby, hold your hand

A mão preciosa de minha criança? Sua mão errante,
Vagando e procurando por mim,
Agarra numa mão que se afasta quando ela se aproxima.

O fim do caso que está puxando-a para seguir este caminho.

Bleach - Volume 72: My last words

Volume 72: My last words

Se minhas palavras tomassem forma,
Seria como se meu fracasso chegasse até você, parado na escuridão.

Bleach - Book SOULsBook SOULs

O Sol que fecha o céu.

Bleach - Book MaskedBook Masked

Fraqueza e verdade estão “mascaradas”.

O descanso eterno está perdido.

Bleach - Book UnmaskedBook Unmasked

O que está desmascarado,
desejo e nulidade.

O que está perdido,
nada.

Bleach - Book Rebooted SoulsBook Rebooted Souls

O fim, ele se aproxima –
– A Guerra Santa Final

Bleach - The Hell VerseThe Hell Verse

Este coração, é aquele que afundará no inferno.

Sob este coração, é onde o inferno se encontra.

Bleach - Novel Fade to BlackNovel Fade to Black

Desta vez, eu serei aquele
que lhe dará forças.

Bleach - Book - VIBESBook VIBEs

A Lua que esconde a noite.

PS2: Utilizei como base as traduções feitas pela Panini, exceto pelos volumes que ainda não estão disponíveis no Brasil (e por um dos poemas que julguei estar totalmente diferente do original) e os materiais que não foram publicados, como os books, dos quais utilizei um help para traduzi-los do japonês.

PS3: Lembrando que o mangá atualmente está sendo lançado bimestralmente pela Panini, que detém o licenciamento do mangá no Brasil, mas pode ficar tranquila Panini, estou compartilhando material mas tenho tudo os mangá ai ó.

Mangás Bleach

Anúncios

3 pensamentos sobre “Tite Kubo – A poesia em Bleach

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s