Diário de Bordo

Diário de Bordo 5 – Inspiração: Berserk

Ouvindo: Continuo Renacer

Lendo: Mirai Nikki

Assistindo: Berserk Ougon Jidahen III: Kourin

Jogando: Berserk Millennium Falcon Hen Seima Senki no Shō

Mês de Julho começando, metade do ano já se passou e devo dizer que no quesito mangaká não estou muito contente com o progresso, mas, não quer dizer que não continuamos seguindo em frente. Uma coisa é certa: o mercado brasileiro nesta área está começando a dar os primeiros passos mais significativos dos últimos dez anos e isso é uma ótima notícia. A JBC principalmente tem me deixado um tanto quanto contente não só quanto ás publicações cuja qualidade está cada vez melhor, mas também no fato de cada vez estar mais próxima ao público. Quem sabe o próximo passo não é começar a investir de forma verdadeira nos autores nacionais? Enquanto isso, um ótimo feriado para mencionar mais uma vez um mangá que é uma paixão de longa data minha: Berserk.

Berserk berserk berserk

BERSERK BERSERK BERSERK!!!!

Eu devia ter uns 8, 9 anos quando tive meu primeiro contato com uma matéria falando sobre em uma daquelas revistas Herói, Animax, Anime-Do, sinceramente eu não lembro, mas me recordo claramente de ter ficado assustado e empolgado em ler sobre o tipo de mangá que é Berserk. Depois disso, alguns anos depois eu consegui um guia de episódios em uma revista Ultra Jovem. Eu lia e re-lia esse guia pensando em como seria o anime, em uma época onde esse tipo de revista povoava as bancas, até a Internet popularizar no Brasil e derrubar quase 100% dessas publicações.

Ultra Jovem Guia de Episódios Berserk

Sim, eu guardei a revista!

Em meados de 2003 eu consegui um amigo que gravou o anime inteiro para assistir no computador. Aquilo foi animal. O final então, sensacional, apesar do anime não finalizar a estória e eu não ter Internet na época para ler o mangá. Alguns anos depois tive a oportunidade de ler o mangá até onde ele se encontrava e mais uma vez Berserk se mostrou encantador e brutal ao mesmo tempo. Eu cheguei a ter o jogo para PS2, mas o DVD nunca funcionou direito. O de Dreamcast eu joguei em emulador, era legalzinho. Enfim, o anúncio do remake do anime supervisionado pelos olhos do autor foi uma noticia chocante e, realmente eu não tenho palavras para descrever a minha felicidade ao assisti-la. Enfim, esta semana assisti a última parte da primeira fase do remake. Até hoje não assisti uma animação tão bem executada e que me deixou tão impressionado, apesar de ser a mesma estória que acompanho a mais de 15 anos.

Esse é o tipo de sentimento que desde pequeno venho procurando como meta de vida provocar nas pessoas, através dos meus roteiros, das minhas estórias, é por isso que continuar sempre, desistir jamais. Me despeço deixando a abertura do jogo que, depois de tanto tempo após seu lançamento, ganhou um patch em inglês e eu, depois de tanto tempo após seu lançamento, peguei emprestado o PS2 da minha ilustríssima e perfeita namorada no qual milagrosamente o jogo funciona direitinho. Um abraço a todos e até mais!

Um pensamento sobre “Diário de Bordo 5 – Inspiração: Berserk

  1. Olá!!

    Acho legal esses animes que fazem parte da nossa história. Você com Berseerk e eu com CDZ. Realmente, 15 anos é muito tempo!!

    Antes da internet se popularizar, as revistas de animes mandavam no pedaço, se bem que ainda compro a Anime Do e a Neo Tokyo.

    Usar algo que gosta como inspiração é realmente fantástico. Isso mostra o quanto essa série significou e significa para você!!

    Boa sorte na sua empreitada!!

    Até mais

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s